Como a tecnologia ajuda produtores de áreas áridas

03/10/2017 - Produtores Rurais

O semiárido representa 11,5% do território brasileiro e abrange nove estados: Alagoas, Bahia, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Sergipe e norte de Minas Gerais.

A região semiárida é caracterizada pela ocorrência do bioma da caatinga, e em relação ao clima temos como padrão o tempo seco e quente, com chuvas que se concentram nas estações de verão e outono, fazendo com que as incidências de chuvas sejam bastante reduzidas.

Já a economia agrícola das áreas áridas é caracterizada por atividades pastoris, predominando a criação de gado bovino e de pequenos ruminantes (caprinos e ovinos), e a cultura de espécies resistentes à estiagem, como o algodão e a carnaúba nas áreas mais secas, e a produção de grãos (milho e feijão) e mandioca nas áreas mais úmidas. E ainda a cana-de-açúcar sendo cultivada nos brejos de altitude, como na cidade de Triunfo, em Pernambuco.

Neste cenário, os desafios são muitos para o agronegócio, mas ao mesmo tempo a tecnologia se apresenta como uma forte aliada para lidar com as dificuldades. Continue a leitura para saber mais.

Grandes dificuldades e desafios

Em decorrência das características da região e os baixos registros de chuva, produzir em meio à seca se torna um grande desafio para quem vive nas regiões do semiárido, entretanto várias iniciativas estão sendo realizadas com o objetivo de reduzir os impactos da falta de água.

Apesar deste cenário bastante complicado para o agronegócio, existem áreas do semiárido onde foram realizados grandes investimentos relacionados a irrigação, como o sub-médio São Francisco e o Vale do Rio São Francisco, com aproximadamente 1 milhão de hectares de área irrigada. A uva, a manga e o melão são bons exemplos da produção que ocorre nas margens do São Francisco.

A pecuária surge como uma das mais importantes alternativas para a região seca, principalmente por se tratar de uma área carente em proteína. Em locais como o Cariri paraibano, no município de Taperoá, o cultivo da palma e a fenação de forrageiras resistentes à seca, como é o caso do capim Buffel e do Urocloa, aliado à criação de um gado, tem possibilitado a sobrevivência digna do homem na região.

A tecnologia como aliada dos produtores das regiões áridas

Além de ações para resolver o problema da água, é necessário, um grande esforço em relação à pesquisa agrícola no sentido de desenvolver sistemas de produção, contemplando, de modo integrado, as culturas, os cultivares, as raças específicas de animais para criação em ambiente árido, o uso de insumos, a nutrição das plantas e dos animais, as necessidades hídricas, os aspectos fitossanitários, etc.

E a tecnologia possui um grande potencial para auxiliar no desenvolvimento da região e do agronegócio. Um exemplo disso são os softwares de gestão que, de forma organizada, podem transformar dados coletados na região em informações relevantes como:

  • Espécies e variedades cultivadas;
  • Datas de plantio;
  • Distribuição das culturas agrícolas.

O uso correto destes dados pode ser determinante para auxiliar nas ações de melhoria do agronegócio na região.

Outra grande vantagem do uso dos softwares de agronegócio aplicada ao semiárido é a distribuição de insumos agrícolas e sementes, permitindo que os produtores rurais trabalhem de maneira rápida, inteligente e eficaz, contribuindo assim para a redução de custos, além da clara diminuição de desperdícios e geração de economia sustentável, ajudando a vencer os grandes desafios desta região.

O uso da tecnologia apresenta todo o potencial para auxiliar regiões com grandes dificuldades para o desenvolvimento do agronegócio, como é o caso do semiárido. Produtores e revendedores, através do uso dos softwares de gestão, podem melhorar a oferta junto aos clientes, simplificar processos, economizar tempo na execução de tarefas e reduzir os erros operacionais.

Continue nos acompanhando em nosso blog e saiba como potencializar seu negócio com o uso da tecnologia. Em caso de dúvidas aproveite e entre em contato com nossos especialistas.

COMPARTILHE

DEIXE SEU COMENTÁRIO

VEJA TAMBÉM

Saiba qual a importância do cálculo do custo operacional de máquinas e implementos agrícolas

19 agosto, 2016 - Produtores Rurais

No meio rural, o controle do custo operacional de máquinas e implementos agrícolas não é uma prática comum. Neste post, vamos tratar sobre a importância desse cálculo e o que o produtor deve considerar na hora de mensurar seu custo operacional. Vamos lá!

LEIA MAIS

Prepare a sua propriedade agrícola para enfrentar pragas em 5 passos

27 janeiro, 2016 - Produtores Rurais

As pragas são o pesadelo de qualquer produtor agrícola, e não é para menos! Conheça alguns passos para preparar sua propriedade agrícola para enfrentar pragas e coloque-os em prática agora mesmo!

LEIA MAIS

Produtores rurais pessoas físicas já podem emitir Nota Fiscal Eletrônica

30 abril, 2019 - Produtores Rurais

Depois de anos de espera, finalmente a Receita Federal atendeu ao clamor dos produtores rurais no que diz respeito à nota fiscal eletrônica.

LEIA MAIS

FAÇA SUA BUSCA

CONHEÇA NOSSOS EBOOKS

Conteúdo para você entender ainda mais do seu negócio. Clique aqui

MÓDULOS SOFTWARE AGROW

  • MÓDULO
    COMERCIAL

    Gestão de estoque e custos, gerenciamento de compras, vendas e faturamento, operações de entradas e saídas, tabelas de preços, transferências, comissões e/ou serviços com os parceiros (clientes/fornecedores).

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    FINANCEIRO

    Gerenciamento de despesas e receitas, conciliações, saldos bancários, centros de resultados, naturezas, projetos, controle de cheques, boletos, fluxo de caixa e agenda financeira.

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    FISCAL

    Cálculo automático dos impostos e tributações de acordo com o produto e a UF de origem/destino, geração do SPED Fiscal, SPED Contribuições, nota fiscal eletrônica e ECF (Emissor de Cupom Fiscal).

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    AGRONÔMICO

    Consulta ao compêndio eletrônico de defensivos agrícolas e bulas de produtos formulados, geração do receituário agronômico, ficha de emergência, e histórico com fotos de pragas e doenças.

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    RELACIONAMENTO

    Gerenciamento do perfil do cliente, áreas cultivadas, potencial de compra, apontamento das visitas técnicas inclusive com a adição de fotos, Cropbook e Customer Life.

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    INTEGRAÇÃO

    Integração com fabricantes como Bayer, Basf, Syngenta e os demais, órgãos reguladores como IMA, Agrodefesa, IDAF e os outros, instituições bancárias, fornecedores (xml nota fiscal eletrônica) e filiais.

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    GESTOR

    Domínio sobre todas as operações do sistema, através de auditoria, painéis de decisões estratégicas (dashboards), relatórios dinâmicos e controle das movimentações.

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    FROTA

    Controle de veículos e máquinas, apontamento de abastecimento e apuração do consumo, acompanhamento das manutenções preventivas e corretivas, além do registro da produtividade por máquinas e atividades.

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    PRODUTOR

    Gestão das unidades produtivas, culturas, variedades, lavouras, talhões e roças. Aplicações de defensivos e fertilizantes, produção agrícola, colheita, armazenagem e comercialização.

    CONHEÇA