Produtor rural, você está atendendo a NR 31 (EPIs) em sua fazenda?

29/08/2016 - Produtores Rurais

É muito comum associar o uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) às Indústrias, porém, eles também devem fazer parte do dia a dia das fazendas. Quem determina é a Norma Regulamentadora 31 (NR31) do Ministério do Trabalho e Emprego. Segundo a legislação, o empregador é obrigado a fornecer, orientar e treinar o empregado rural para o uso do EPI. Também é sua obrigação monitorar a utilização adequada do equipamento visando prevenir riscos à saúde e à segurança do empregado durante as suas atividades.

Caso não esteja atento às regras da legislação, o produtor rural pode sofrer sanções da fiscalização, por isso é importante ficar atento e refletir sobre a adoção de boas práticas. No post de hoje, vamos tratar das principais diretrizes da norma e o que modificar na sua fazenda para que ela seja atendida.

O que são os EPIs?

Qualquer meio ou dispositivo utilizado para garantir a integridade física e a segurança do empregado pode ser considerado um EPI. Óculos para proteger os olhos da aplicação de agroquímicos, chapéus para a proteção da cabeça e do sol, botas para proteger da picada de insetos e cobras, protetor de ouvidos para evitar lesões decorrentes dos ruídos altos de máquinas e luvas para proteger a mão de cortes durante a colheita são apenas alguns exemplos de equipamentos que devem ser adotados para o meio rural. Para saber ainda mais sobre EPI na agrícultura acesse os artigos TUDO QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL NA AGRICULTURA e 6 CUIDADOS ESPECIAIS NO USO DE AGROTÓXICOS.

A NR31

A NR31 é a principal norma que dita as regras com relação à segurança do trabalho do meio rural. Além de especificar as obrigações como o uso de EPI’s, por exemplo, essa norma também trata sobre as condições adequadas de trabalho, higiene e conforto, a necessidade de se realizar avaliações de risco para a saúde e segurança, a adoção de procedimentos adequados para prevenir acidentes de trabalho e a eliminação de riscos, entre outros. A NR31 também prevê a criação de uma Comissão Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho Rural – CIPATR, no caso da Fazenda empregar vinte ou mais empregados.

Embora a NR31 seja a mais completa norma sobre segurança no trabalho rural, ela não é a única, de modo que, se existe a necessidade do desenvolvimento de boas práticas voltadas ao trabalho, outras normas, como a NR12 , que regulamenta o uso de maquinário rural, por exemplo, e a NR7, que trata sobre os exames médicos e a saúde do trabalhador, também devem ser consultadas.

Um dos principais pontos dispostos na NR31 diz respeito à responsabilidade solidária pela aplicação da norma de todas as empresas e instituições envolvidas com o trabalho rural, o que significa que empresas, empregadores, cooperativas e parceiros rurais respondem, juntamente, caso hajam questões relacionadas ao uso de EPIs, por exemplo. Por isso, o ideal é não negligenciar e assumir um conjunto de práticas e equipe especializada para a sua implementação e fiscalização.

Cumpra a lei e evite desperdícios

Um software de gestão especifico para o produtor rural auxilia todo esse processo de segurança, pois documenta todas as entregas dos EPI. O software ainda permite acompanhar um possível consumo abusivo, pela conservação incorreta do equipamento de produção pelo trabalhador agrícola.

Quer saber mais sobre segurança do trabalho no meio rural? Deixe seu comentário abaixo e continue acompanhando nosso blog.

COMPARTILHE

DEIXE SEU COMENTÁRIO

  • Maíra Gazarini

    07/10/2019

    Gostaria de receber as informações

    • Equipe Agrow

      10/10/2019

      Olá Maíra,

      Obrigado por nos prestigiar através da leitura do artigo e de seu comentário.

      Quais informações você necessita?

      Abraço,

      Amarildo Mororó

  • Valdecir Coelho da Costa

    16/07/2018

    Muito bom, informações bem esclarecida....

    • Equipe Agrow

      18/07/2018

      Olá Valdecir,

      Ficamos contentes quando recebemos críticas e elogios, nosso objetivo é sempre trazer informações relevantes e atuais para o nosso agronegócio, seja na agricultura ou na pecuária.

      Obrigado por nos prestigiar.

      Um abraço,

      Amarildo Mororó

  • sidney

    23/10/2017

    Para uso em atividades pecurárias, além da proteção contra sol ( chapéu ou boné) e uma "perneira" para uso em áreas sujeitas a animais peçonhentos, quais os EPI´s comuns a serem fornecidos?
    os outros de atividades especificas já está assimiliado.

    • Equipe Agrow

      26/10/2017

      Olá Sidney,

      Além dos EPI's que você citou, podemos destacar o protetor solar;  protetor auricular; luva cano longo e máscara tipo cirúrgica para inseminação artificial; botas, luvas e avental impermeável para a higienização da sala de ordenha. É importante lembrar que além dos EPI's a organização do ambiente e a utilização de procedimentos e normas são primordiais para evitar ao máximo alguma possibilidade de acidente.

      Um braço,

      Amarildo Mororó

  • Paulo Celso de oliveira fonseca

    08/04/2017

    Acho válido estes cuidados mas é muito difícil fazer o trabalhador comprar além dos custos . Melhor é desestir

    • Equipe Agrow

      11/06/2017

      Olá Paulo Cesar,

      Obrigado pelo comentário. 

      Mas nada de desânimo.  Que tal experimentar outras formas de abordagem?

      Continue nos prestigiando, nossos esforços são para produzir conteúdos cada vez mais relevantes ao agronegócio.

      Um abraço

      Amarildo Mororó

  • fabiana cardoso da silva paiva

    15/10/2016

    muito bom o conteudo

    • Equipe Agrow

      19/10/2016

      Olá Fabiana,

      Muito obrigado pelos elogios.

      Nos esforçamos para cada dia mais poder compartilhar informações e experiências relevantes ao agronegócio.

      Um abraço,

      Amarildo Mororó 

  • VEJA TAMBÉM

    6 dicas de gestão de trabalhadores agrícolas para implantar em sua fazenda

    23 agosto, 2015 - Produtores Rurais

    Para te ajudar nessa empreitada, preparamos algumas dicas de gestão de trabalhadores agrícolas para implantar em sua fazenda. Confira:

    LEIA MAIS

    Os 5 maiores inimigos do produtor rural na gestão agrícola

    17 abril, 2017 - Produtores Rurais

    A demanda por alimentos cresce de maneira frenética. E a melhoria no planejamento e na gestão agrícola tem contribuído fortemente para solução desta necessidade.

    LEIA MAIS

    Administração agrícola: gestão de custos nas fazendas

    09 março, 2016 - Produtores Rurais

    A gestão de custos nas fazendas é o ponto de partida para obter informações confiáveis sobre o processo de produção, estabelecimento de controles adequados e recolhimento de informações adequadas para a tomada de decisão. Acompanhe!

    LEIA MAIS

    FAÇA SUA BUSCA

    CONHEÇA NOSSOS EBOOKS

    Conteúdo para você entender ainda mais do seu negócio. Clique aqui

    MÓDULOS SOFTWARE AGROW

  • MÓDULO
    COMERCIAL

    Gestão de estoque e custos, gerenciamento de compras, vendas e faturamento, operações de entradas e saídas, tabelas de preços, transferências, comissões e/ou serviços com os parceiros (clientes/fornecedores).

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    FINANCEIRO

    Gerenciamento de despesas e receitas, conciliações, saldos bancários, centros de resultados, naturezas, projetos, controle de cheques, boletos, fluxo de caixa e agenda financeira.

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    FISCAL

    Cálculo automático dos impostos e tributações de acordo com o produto e a UF de origem/destino, geração do SPED Fiscal, SPED Contribuições, nota fiscal eletrônica e ECF (Emissor de Cupom Fiscal).

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    AGRONÔMICO

    Consulta ao compêndio eletrônico de defensivos agrícolas e bulas de produtos formulados, geração do receituário agronômico, ficha de emergência, e histórico com fotos de pragas e doenças.

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    RELACIONAMENTO

    Gerenciamento do perfil do cliente, áreas cultivadas, potencial de compra, apontamento das visitas técnicas inclusive com a adição de fotos, Cropbook e Customer Life.

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    INTEGRAÇÃO

    Integração com fabricantes como Bayer, Basf, Syngenta e os demais, órgãos reguladores como IMA, Agrodefesa, IDAF e os outros, instituições bancárias, fornecedores (xml nota fiscal eletrônica) e filiais.

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    GESTOR

    Domínio sobre todas as operações do sistema, através de auditoria, painéis de decisões estratégicas (dashboards), relatórios dinâmicos e controle das movimentações.

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    FROTA

    Controle de veículos e máquinas, apontamento de abastecimento e apuração do consumo, acompanhamento das manutenções preventivas e corretivas, além do registro da produtividade por máquinas e atividades.

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    PRODUTOR

    Gestão das unidades produtivas, culturas, variedades, lavouras, talhões e roças. Aplicações de defensivos e fertilizantes, produção agrícola, colheita, armazenagem e comercialização.

    CONHEÇA