Produtores rurais pessoas físicas já podem emitir Nota Fiscal Eletrônica

30/04/2019 - Produtores Rurais

Depois de anos de espera, finalmente a Receita Federal atendeu ao clamor dos produtores rurais no que diz respeito à nota fiscal eletrônica. Em pouco tempo o emissor gratuito de Nota Fiscal Avulsa (NFA) do portal do SIARI deixará de funcionar. Vale destacar que o número de pessoas insatisfeitas com este serviço é muito grande. Principalmente se levarmos em consideração que havia a necessidade de emissão nos finais de semana e hora estava fora do ar, hora travava e não conseguia seguir adiante. E nada de suporte para ajudar a resolver o problema.

Do amparo legal

Então, com as informações obtidas no Portal da Nota fiscal eletrônica (www.nfe.fazenda.gov.br) através da nota técnica NT 2018/001 (Emitente Pessoa Física) de abril de 2018 que alteração a legislação nacional através do Ajuste SINIEF 09/2017, permitindo a emissão da nota fiscal eletrônica para emitente Pessoa Física que possua Inscrição Estadual vinculada ao seu CPF, que é o caso do produtor rural. Liberando assim a emissão da NFP-e nos moldes do modelo 55 como opção à Nota Fiscal Avulsa (NFA).

Com esta mudança, o produtor rural passa a ter o direito de emitir a Nota Fiscal de Produtor Eletrônica (NFP-e) tanto nas operações internas dentro da UF quanto nas operações interestaduais ou exportação através de aplicativos disponíveis no mercado e integrados pela Internet à Secretaria da Fazenda de jurisdição do contribuinte que fará uma pré-validação do arquivo e devolverá um protocolo de recebimento (Autorização de Uso), sem o qual não poderá haver o trânsito da mercadoria. Estes arquivos serão armazenados na Receita Federal, que será repositório nacional das NFP-e’s emitidas e que ficarão disponíveis para consulta, através da internet para o destinatário e outros legítimos interessados que detenham a chave de acesso do respectivo documento eletrônico.

Facilitando a emissão da Nota Fiscal de Produtor Rural

Reforçamos que com a liberação do layout da NFP-e para as fabricas de software, a Sefaz acredita resolver problemas antigos desse segmento, tanto com relação ao volume de emissão quanto à sua operacionalização em fins de semana e feriados, uma vez que dispensa a análise dos documentos pela Administração Fazendária.

Prepare-se para emitir a NFP-e

Em tempo, é importante ressaltar que para a emissão da NFP-e é obrigatório o uso do certificado digital do responsável pela Inscrição Estadual. No caso do Produtor Rural Pessoa Física, o responsável deve ter o e-CPF.

Salientamos também, que a emissão da NFP-e implica necessidade da emissão do Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais (MDF-e) - modelo 58.

A fim de contribuir na melhoria dos processos administrativos do produtor rural, a aGrow já está atendendo esta necessidade através do módulo NFP-e.

Quer saber mais sobre esse recurso? Deixe seus dados no comentário que entraremos em contato com você!

COMPARTILHE

DEIXE SEU COMENTÁRIO

VEJA TAMBÉM

O lucro da integração lavoura-pecuária-floresta e das culturas exclusivas

13 outubro, 2016 - Produtores Rurais

A Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF) engloba diferentes técnicas para promover o equilíbrio das atividades ligadas à terra, sendo capaz de recuperar áreas degradadas. Acompanhe neste artigo alguns sistemas produtivos que podem ser adotados.

LEIA MAIS

Controle de plantas daninhas: Como reduzir os custos?

25 outubro, 2016 - Produtores Rurais

Um dos maiores desafios do produtor é o controle de plantas daninhas. E combater a proliferação das mais variadas espécies é uma tarefa que não deve gerar gastos tão altos que possam chegar a elevar os custos de produção. Quer saber como? Acompanhe!

LEIA MAIS

4 dicas para melhorar a produtividade na agricultura

03 novembro, 2015 - Produtores Rurais

Quer aumentar sua produção agrícola sem ter que aumentar a área de plantio? Listamos aqui quatro dicas que podem te ajudar nessa tarefa.

LEIA MAIS

FAÇA SUA BUSCA

CONHEÇA NOSSOS EBOOKS

Conteúdo para você entender ainda mais do seu negócio. Clique aqui

MÓDULOS SOFTWARE AGROW

  • MÓDULO
    COMERCIAL

    Gestão de estoque e custos, gerenciamento de compras, vendas e faturamento, operações de entradas e saídas, tabelas de preços, transferências, comissões e/ou serviços com os parceiros (clientes/fornecedores).

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    FINANCEIRO

    Gerenciamento de despesas e receitas, conciliações, saldos bancários, centros de resultados, naturezas, projetos, controle de cheques, boletos, fluxo de caixa e agenda financeira.

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    FISCAL

    Cálculo automático dos impostos e tributações de acordo com o produto e a UF de origem/destino, geração do SPED Fiscal, SPED Contribuições, nota fiscal eletrônica e ECF (Emissor de Cupom Fiscal).

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    AGRONÔMICO

    Consulta ao compêndio eletrônico de defensivos agrícolas e bulas de produtos formulados, geração do receituário agronômico, ficha de emergência, e histórico com fotos de pragas e doenças.

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    RELACIONAMENTO

    Gerenciamento do perfil do cliente, áreas cultivadas, potencial de compra, apontamento das visitas técnicas inclusive com a adição de fotos, Cropbook e Customer Life.

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    INTEGRAÇÃO

    Integração com fabricantes como Bayer, Basf, Syngenta e os demais, órgãos reguladores como IMA, Agrodefesa, IDAF e os outros, instituições bancárias, fornecedores (xml nota fiscal eletrônica) e filiais.

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    GESTOR

    Domínio sobre todas as operações do sistema, através de auditoria, painéis de decisões estratégicas (dashboards), relatórios dinâmicos e controle das movimentações.

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    FROTA

    Controle de veículos e máquinas, apontamento de abastecimento e apuração do consumo, acompanhamento das manutenções preventivas e corretivas, além do registro da produtividade por máquinas e atividades.

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    PRODUTOR

    Gestão das unidades produtivas, culturas, variedades, lavouras, talhões e roças. Aplicações de defensivos e fertilizantes, produção agrícola, colheita, armazenagem e comercialização.

    CONHEÇA