5 cuidados no armazenamento e comercialização de agrotóxicos na sua loja agropecuária

05/09/2018 - Revendas

Criado inicialmente no período da Primeira Grande Guerra como arma química, os agrotóxicos foram amplamente empregados na segunda guerra mundial. Com o fim da guerra, passou a ser utilizado como “defensivo agrícola” quando se descobriu suas propriedades inseticidas. Uma grande arma utilizada amplamente até os dias atuais, mesmo com as rejeições e manifestações contrárias das organizações de defesa ambiental.

Desde então os agrotóxicos são utilizados com o intuito de reduzir as perdas de produção causadas por doenças e pragas. Logo, são produtos agrícolas importantes para que os produtores rurais possam fornecer alimentos saudáveis de maneira econômica. Mas apesar dos produtos fitossanitários serem de fácil aplicabilidade, seu uso de maneira contínua e errônea pode trazer prejuízos para os produtores. Por isso, é importante que a venda seja realizada seguindo algumas normas.

Nesse artigo, destacamos alguns dos principais cuidados que você deve ter ao comercializar produtos formulados em sua loja agropecuária:

Venda somente com receituário agronômico

No Brasil, a comercialização de agrotóxicos só pode ser feita sobre a prescrição de uma receita agronômica. Exigência legal, estabelecida pela Lei Federal nº 7.802/89 cuja receita deve ser expedida por engenheiros agrônomos. Ainda de acordo com essa lei, é de sua total responsabilidade os possíveis danos causados à saúde do produtor rural e ao meio ambiente caso a venda seja realizada sem receituário na sua loja agropecuária.

Cuidados ao armazenar agrotóxicos

É preciso ter cautela também no armazenamento dos produtos fitossanitários na sua loja. Os locais têm que ter boa ventilação e estar protegidos de intempéries. Além disso, o local deve estar livre de qualquer tipo de contaminação e as embalagens de agrotóxicos não devem estar em contato direto com o solo, pois podem causar o umedecimento e corrosão. Deve-se também ter muita atenção ao empilhamento dos produtos!

Sua loja agropecuária deve manter uma relação detalhada do estoque de seus agrotóxicos, estando sujeita a multas e penalidades caso não o faça. Utilizar a tecnologia para auxiliar o armazenamento das informações sobre os produtos fitossanitários faz com que esse processo seja mais rápido e eficiente!

Classificação toxicológica de produtos formulados

Os produtos fitossanitários são classificados de acordo com seu grau toxicológico:

•Classe I: faixa vermelha — extremamente tóxico;

•Classe II: faixa amarela — altamente tóxico;

•Classe III: faixa azul — mediamente tóxico;

•Classe IV: faixa verde — pouco tóxico.

De acordo com a legislação e práticas sugeridas pelo MAPA, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, as lojas agropecuárias somente possuem venda livre dos agrotóxicos de classe III e IV. Os produtos das classes I e II têm venda controlada e não podem ser adquiridos em grande quantidade pelos comerciantes.

Responsável técnico

Você precisa ter em sua loja agropecuária um profissional legalmente habilitado. Além de passar as orientações corretas de aplicação, manejo e descarte de embalagens, ele será responsável também pelo armazenamento correto dos agrotóxicos e pela sua venda através do receituário agronômico.

Informações atualizadas sobre os produtos formulados

Todos os dados a respeito dos produtos formulados e de seus receituários devem estar sempre atualizados para que possíveis consultas possam ser realizadas sem problemas. Sobre os agrotóxicos, são diversos detalhes: nome do produto, data da venda, classificação de acordo com o grau de toxicidade, entre outros. Já com relação às receitas, sua loja agropecuária precisa ter todas elas arquivadas e relacionadas aos respectivos produtos.

Como são inúmeros detalhes, ter um software de gestão integrada específico para o agronegócio ajudará a automatizar e otimizar os processos. Um grande auxílio que permite a administração de todas as etapas da venda dos produtos fitossanitários e do armazenamento dos dados mais importantes para a revenda de insumos agrícolas. Garantindo que você está atendendo as obrigações legais vigentes.

Por isso, você deve se manter atento a todos os detalhes e normas para a venda dos produtos formulados. Vale ressaltar que os agrotóxicos destinados à agricultura orgânica possuem tratamento diferenciado na legislação brasileira.

E você, conhece mais algum cuidado que as lojas agropecuárias precisam ter ao vender agrotóxicos? Conte para nós!

COMPARTILHE

DEIXE SEU COMENTÁRIO

VEJA TAMBÉM

7 indicadores de resultado mais importantes para uma revenda de insumos agrícolas

23 maio, 2015 - Revendas

Alguns indicadores são o reflexo de toda a operação de uma revenda de insumos agrícolas, ou seja, são essenciais, e não devem ser deixados de lado. Veja quais são eles!

LEIA MAIS

5 cuidados ao vender agrotóxicos na sua loja agropecuária

19 novembro, 2015 - Revendas

Conheça alguns dos principais cuidados que você deve ter ao vender produtos formulados em sua loja agropecuária.

LEIA MAIS

Como se livrar das planilhas financeiras no mercado de agronegócio

03 maio, 2015 - Revendas

Nós vamos te ajudar a usar a tecnologia a favor do seu negócio e trazer mais praticidade à rotina da sua revenda de insumos agrícolas. Confira como se livrar das planilhas financeiras do agronegócio.

LEIA MAIS

FAÇA SUA BUSCA

CONHEÇA NOSSOS EBOOKS

Conteúdo para você entender ainda mais do seu negócio. Clique aqui

MÓDULOS SOFTWARE AGROW

  • MÓDULO
    COMERCIAL

    Gestão de estoque e custos, gerenciamento de compras, vendas e faturamento, operações de entradas e saídas, tabelas de preços, transferências, comissões e/ou serviços com os parceiros (clientes/fornecedores).

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    FINANCEIRO

    Gerenciamento de despesas e receitas, conciliações, saldos bancários, centros de resultados, naturezas, projetos, controle de cheques, boletos, fluxo de caixa e agenda financeira.

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    FISCAL

    Cálculo automático dos impostos e tributações de acordo com o produto e a UF de origem/destino, geração do SPED Fiscal, SPED Contribuições, nota fiscal eletrônica e ECF (Emissor de Cupom Fiscal).

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    AGRONÔMICO

    Consulta ao compêndio eletrônico de defensivos agrícolas e bulas de produtos formulados, geração do receituário agronômico, ficha de emergência, e histórico com fotos de pragas e doenças.

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    RELACIONAMENTO

    Gerenciamento do perfil do cliente, áreas cultivadas, potencial de compra, apontamento das visitas técnicas inclusive com a adição de fotos, Cropbook e Customer Life.

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    INTEGRAÇÃO

    Integração com fabricantes como Bayer, Basf, Syngenta e os demais, órgãos reguladores como IMA, Agrodefesa, IDAF e os outros, instituições bancárias, fornecedores (xml nota fiscal eletrônica) e filiais.

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    GESTOR

    Domínio sobre todas as operações do sistema, através de auditoria, painéis de decisões estratégicas (dashboards), relatórios dinâmicos e controle das movimentações.

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    FROTA

    Controle de veículos e máquinas, apontamento de abastecimento e apuração do consumo, acompanhamento das manutenções preventivas e corretivas, além do registro da produtividade por máquinas e atividades.

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    PRODUTOR

    Gestão das unidades produtivas, culturas, variedades, lavouras, talhões e roças. Aplicações de defensivos e fertilizantes, produção agrícola, colheita, armazenagem e comercialização.

    CONHEÇA