O que é CMV e suas implicações para a boa gestão da sua revenda agrícola

16/05/2016 - Revendas

Quando falamos de agronegócio, consideramos a atividade agrícola aplicada em um contexto de mercado, utilizando técnicas de gestão de organizações de modo geral. É a atividade agrícola profissionalizada no nível máximo, buscando sustentabilidade tanto ambiental como econômica e social. Por causa dessa aplicação de conceitos, que podem não ser tão utilizados dentro da atividade agrícola, temos que adaptá-los e exemplifica-los, buscando aumentar a quantidade de dados e índices para melhorar a tomada de decisão do gestor.

Um desses conceitos que trazemos para o agronegócio é o de Custo de Mercadoria Vendida (CMV). Ele trabalha com áreas de logística, financeiro e planejamento, ou seja, com um índice você pode observar como está o estoque da sua revenda, as datas de validade, a movimentação de produtos dentro da área de armazenamento, os que estão dando mais lucro e os que estão dando prejuízos. Algumas dessas informações ficam implícitas dentro do CMV, e depois que se passa a reconhecê-los, a administração do negócio torna-se mais harmoniosa.

Então, vamos ver qual a definição do CMV, como calculá-lo, e as implicações que traz para o sucesso da sua revenda agrícola.

Definição

O custo da mercadoria vendida (CMV) vem daquele produto ou serviço que você precisa adquirir e com o qual você irá obter retorno financeiro. Você não produz sementes, compra, armazena e só então as vende. O CMV trata exatamente disso, do custo que você tem para comprar e armazenar os produtos que serão oferecidos na sua revenda. Ele é um importante indicador, pois se desdobra em outros tantos cuidados gerenciais em diversas áreas.

Como calculá-lo

A fórmula para calcular o CMV é “a soma das despesas para adquirir ou produzir e armazenar certa mercadoria”, menos os créditos de impostos (ICMS na compra) e mais os impostos referentes a sua venda e outros (ICMS na venda, PIS, CONFINS).

Por isso, o estoque é tão importante para o calculo do CMV, já que o custo de armazenar a mercadoria está incorporado em sua fórmula. Sempre temos que pensar o estoque como o local no qual parte do seu capital está imobilizado. Pois além de comprar centenas de sacas de sementes, por exemplo: milho, você ainda tem que armazena-las até que a estação de plantio chegue, e nesse período você poderia estar com estoque de outras sementes que seriam aproveitadas antes, por exemplo.

Implicações

Para se calcular o CMV, como já foi dito, precisamos de um bom controle do estoque, e isto faz uma enorme diferença dentro do retorno financeiro do seu negócio, principalmente quando estamos falando de grandes volumes de mercadorias, como sacas de sementes e adubo, cujo custo de armazenamento é alto. Seguem algumas dicas:

  • Devem-se registrar todos os produtos que entram e saem, anotando código, descrição, data de chegada, data de saída e o valor pago por ele;
  • Manter o sistema do estoque atualizado com essas informações deve ser atividade básica;
  • Sempre atentar à data de validade dos seus produtos. Imagina perder um lote de sementes porque elas reduziram sua taxa germinativa pela metade?
  • Organize o estoque de forma que os produtos que mais saiam estejam de fácil acesso e conheça os locais onde são deixados. Não adianta ter o produto no sistema e não encontrá-lo no estoque;
  • Estabeleça prazos para compra de mercadorias de acordo com a saída média do estoque;
  • Inclua todos os funcionários na atividade, quanto mais engajados mais efetivo será o controle;
  • Integre as operações de venda e estoque, facilita na hora de coletar os dados e fazer os pedidos dos produtos.

Todas essas ações podem auxiliar na redução do seu CMV, aumentando o seu lucro. Então fique atento! Para facilitar, procure um software de gestão específico para o agronegócio que possua as funções de controle de vendas e estoque e acompanhe periodicamente o CMV.

Você já conhecia o CMV? Faz o controle do estoque da sua revenda? Quais são as decisões que você tem tomado com base nos dados do CMV? Conte pra gente pelos comentários.

COMPARTILHE

DEIXE SEU COMENTÁRIO

VEJA TAMBÉM

A importância de uma consultoria contábil nas revendas de insumos agrícolas

09 maio, 2015 - Revendas

Confira como a consultoria contábil tem, cada vez mais, representado um serviço de suma importância aos atuantes no mercado do agronegócio.

LEIA MAIS

Comissão, alternativa para melhorar o resultado da revenda de insumos agrícolas

24 maio, 2015 - Revendas

Para facilitar sua análise sobre qual a melhor forma de remuneração dos vendedores da sua revenda de insumos agrícolas, fizemos um apanhado das estratégias de comissão mais utilizadas e desvendamos alguns mitos sobre elas. Vamos conferir?

LEIA MAIS

5 cuidados no armazenamento e comercialização de agrotóxicos na sua loja agropecuária

05 setembro, 2018 - Revendas

Nesse artigo, destacamos alguns dos principais cuidados que você deve ter ao comercializar produtos formulados em sua loja agropecuária

LEIA MAIS

FAÇA SUA BUSCA

CONHEÇA NOSSOS EBOOKS

Conteúdo para você entender ainda mais do seu negócio. Clique aqui

MÓDULOS SOFTWARE AGROW

  • MÓDULO
    COMERCIAL

    Gestão de estoque e custos, gerenciamento de compras, vendas e faturamento, operações de entradas e saídas, tabelas de preços, transferências, comissões e/ou serviços com os parceiros (clientes/fornecedores).

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    FINANCEIRO

    Gerenciamento de despesas e receitas, conciliações, saldos bancários, centros de resultados, naturezas, projetos, controle de cheques, boletos, fluxo de caixa e agenda financeira.

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    FISCAL

    Cálculo automático dos impostos e tributações de acordo com o produto e a UF de origem/destino, geração do SPED Fiscal, SPED Contribuições, nota fiscal eletrônica e ECF (Emissor de Cupom Fiscal).

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    AGRONÔMICO

    Consulta ao compêndio eletrônico de defensivos agrícolas e bulas de produtos formulados, geração do receituário agronômico, ficha de emergência, e histórico com fotos de pragas e doenças.

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    RELACIONAMENTO

    Gerenciamento do perfil do cliente, áreas cultivadas, potencial de compra, apontamento das visitas técnicas inclusive com a adição de fotos, Cropbook e Customer Life.

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    INTEGRAÇÃO

    Integração com fabricantes como Bayer, Basf, Syngenta e os demais, órgãos reguladores como IMA, Agrodefesa, IDAF e os outros, instituições bancárias, fornecedores (xml nota fiscal eletrônica) e filiais.

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    GESTOR

    Domínio sobre todas as operações do sistema, através de auditoria, painéis de decisões estratégicas (dashboards), relatórios dinâmicos e controle das movimentações.

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    FROTA

    Controle de veículos e máquinas, apontamento de abastecimento e apuração do consumo, acompanhamento das manutenções preventivas e corretivas, além do registro da produtividade por máquinas e atividades.

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    PRODUTOR

    Gestão das unidades produtivas, culturas, variedades, lavouras, talhões e roças. Aplicações de defensivos e fertilizantes, produção agrícola, colheita, armazenagem e comercialização.

    CONHEÇA