O que você precisa saber antes de abrir uma loja agropecuária ou revenda agrícola

09/05/2016 - Revendas

Alguns dos adjetivos que mais escutamos quando falamos do agronegócio brasileiro são: moderno, eficiente e competitivo. Pois é isso mesmo. Com proporções continentais, clima diversificado, quase 13% da água doce disponível em todo o planeta e energia solar abundante, o Brasil tem nada mais nada menos do que 388 milhões de terras agricultáveis férteis, das quais 90 milhões ainda não foram exploradas.

Todos esses fatores fazem do nosso país um território com uma vocação natural para o agronegócio, tanto aqueles chamados de “dentro da porteira” como os produtores rurais, quanto aqueles “fora da porteira”, os processos que incluem a compra, transporte, beneficiamento e venda dos produtos agropecuários para o consumidor final.

Incluídas nessa última categoria, as lojas de produtos agropecuários possuem diversos perfis de oferta de produtos para os mais variados públicos alvos e estão espalhadas nas cinco regiões do Brasil. Montar e gerenciar uma loja de produtos agropecuários ou ainda uma revenda é uma ótima oportunidade de participar de um setor próspero e promissor, responsável por R$1 em cada R$3 gerados no país. Ficou interessado? A seguir vamos mostrar alguns pontos necessários para se montar uma loja de produtos agropecuários ou uma revenda. Acompanhe:

Estabeleça um plano de negócio para sua revenda agrícola

Uma revenda agrícola não deve ser aberta sem um plano de negócios bem específico. Através dele que podem ser avaliados diversos itens fundamentais para a prosperidade do negócio como: localização, pesquisa de mercado, estrutura, equipe de vendas, logística entre outros itens. Quando falamos da venda de produtos agropecuários, vale observar que a loja não precisa estar localizada necessariamente em áreas agrícolas. A sua localização perto de uma grande concentração de chácaras, por exemplo, é uma boa opção. Por isso que é importante traçar o plano de negócios: somente com ele em mãos é que se pode visualizar a implantação da loja como um todo e avaliar uma ou outra oportunidade específica de negócio.

Quais são as obrigações legais para montar uma loja agropecuária?

Para começar é preciso registrar a empresa. Dessa forma, a primeira providência é contratar um contador de confiança. Este profissional vai te orientar na hora de escrever os atos constitutivos da empresa e ajudá-lo a escolher qual é a forma jurídica mais adequada para a sua loja agrícola. Depois, ainda vai auxiliá-lo na hora de preencher os formulários exigidos pelos órgãos públicos de inscrição de pessoas jurídicas.

O contador também é peça fundamental para mostrar quais são os melhores regimes fiscais (lucro presumido, lucro real ou SIMPLES). Assim, para legalizar a empresa, antes de qualquer coisa é importante procurar os órgãos responsáveis para cada uma das inscrições. Eles são, sequencialmente:

  • Junta Comercial;
  • Secretaria da Receita Federal (CNPJ);
  • Secretaria Estadual da Fazenda;
  • Prefeitura do Município para obter o alvará de funcionamento;
  • Enquadramento na Entidade Sindical Patronal (a empresa será obrigada ao recolhimento anual da Contribuição Sindical Patronal).
  • Cadastro junto à Caixa Econômica Federal dentro do sistema “Conectividade Social – INSS/FGTS”.
  • Corpo de Bombeiros Militar.
  • Prefeitura da cidade onde pretende montar a sua empresa (quando for o caso) para fazer a consulta de local.

Segundo o consultor Gibran da Agro Consultoria  se faz necessário para as empresas que comercializam agroquímicos, ainda a Licença Ambiental do Órgão Competente do Estado, Registro do Ministério da Agricultura e outro que poucos sabem, a Licença do IBAMA.

É necessário preparar algumas documentações na esfera estadual, como o requerimento ao Chefe do DFA/SIV do seu Estado, para solicitar a vistoria dos equipamentos e das instalações. Mas como dito antes, o contador é a figura que pode te auxiliar em todo esse processo burocrático.

Escolha um sistema eficaz de gestão

Agora que você já sabe um pouco sobre o plano de negócios e sobre as obrigações legais na hora de montar uma loja agropecuária, precisamos especificar quais são os principais processo de trabalhos: atendimento e vendas, emissão do receituário agronômico, seleção de fornecedores, controle de estoque, gestão administrativo financeira, controle sobre receitas e recebimentos, controle de caixa, de conta bancária, de contas a receber e pagar para os fornecedores, atender as exigências dos órgãos reguladores ...

Para evitar dor de cabeça nesse item, é importante antes de tudo utilizar a tecnologia inteligente a seu favor. Os softwares específicos para o agronegócio apresentam funcionalidades que asseguram de forma integrada o gerenciamento de todos os processos da revenda de insumos agrícolas, muitas vezes desde o controle de estoque até o relacionamento com os produtores, percorrendo todas as etapas como planejamento, execução e avaliação. Somente dotado de uma ferramenta de alta qualidade é que se pode planejar cada ação com o objetivo de antecipar situações e agilizar a tomada de decisão com segurança, o que implica diretamente na alta performance do negócio.

Esses são alguns dos principais pontos que você deve conhecer na hora de começar a planejar a sua loja agropecuária ou a sua revenda agrícola. Claro que aqui apenas falamos um pouco sobre cada tópico. Para se aprofundar nos temas, não deixe de acompanhar nosso blog com conteúdos para você entender ainda mais do seu negócio e manter-se informado sobre seu setor!

Ficou com alguma dúvida específica? Escreva pra gente pelos comentários.

COMPARTILHE

DEIXE SEU COMENTÁRIO

  • Tulio

    30/08/2018

    Ola, boa tarde, eu cursei tecnico em cafeicultura e gostaria de saber se posso abrir uma loja de insumos agropecuário ligado à cafe?

    • Equipe Agrow

      03/09/2018

      Olá Túlio,

      Parabéns pela iniciativa. Acredito que só de pensar em empreender você deve estar vislumbrando uma oportunidade para resolver os problemas de um setor ou a necessidade de fornecer produtos e serviços em sua região. De qualquer forma, é imprescindível que você elabore um plano de negócios bem estruturado. Já tratei em diversos outros comentários de nossos seguidores sobre as dificuldades e dúvidas ao elaborar esse plano de negócios. Faço aqui uma observação importante: por mais complicado e trabalhoso que pareça ser, não terceirize esta atividade pois será durante as pesquisas que você conhecerá as dificuldades e oportunidades reais do seu futuro negócio. 

      Pesquise bem o mercado, potenciais clientes e concorrentes, diretos e indiretos. Veja onde pode ter um diferencial competitivo e vá em frente.

      Para o dia a dia da loja você precisa de contar com o apoio de quem realmente entende de seu negócio e a aGrow é uma excelente opção em software de gestão específico para o agronegócio atendendo as exigências e obrigações do setor.

      Boa sorte na empreitada,

      Amarildo Mororó

  • Alonso

    05/07/2017

    Bom dia, queria tirar uma dúvida.
    A fiscalização passou na minha agro veterinária? e estão mim exigindo uma licença do meio ambiente p funcionar .
    Todos os outros documentos ja tenho , mas este eu não sabia, é correto pedir este documento para funcionar em uma ária comercial na cidade?

    • Equipe Agrow

      05/07/2017

      Olá Alonso,

      Via de regra, todo estabelecimento que comercializa, armazena ou presta serviço de aplicação de agrotóxico deve, obrigatoriamente, ser registrado no órgão competente de fiscalização ambiental. Este órgão fiscaliza as condições de armazenamento do agrotóxico para evitar danos à natureza e contaminações do meio ambiente e dos usuários.

      Espero ter lhe ajudado.

      Continue lendo nossos artigos,

      Um abraço,

      Amarildo Mororó 

  • Gibran Belasques Costa

    10/05/2016

    Parabéns pelo artigo.
    Gostaria de acrescentar que se faz necessário para as empresas que comercializam agroquímicos, ainda a Licença Ambiental do Órgão Competente do Estado, Registro do Ministério da Agricultura e outro que poucos sabem, a Licença do IBAMA.

    • Equipe Agrow

      11/05/2016

      Olá Gibran,

      Realmente estas informações não poderiam ficar de fora do artigo.

      Obrigado pelos comentários.

      Amarildo Mororó

  • VEJA TAMBÉM

    Como escolher um software para sua revenda de insumos agrícolas

    26 novembro, 2020 - Revendas

    Tem dúvidas sobre qual software escolher para utilizar na sua revenda de insumos agrícolas? Nós te ajudamos a decidir! Veja o que levar em consideração antes de adquirir uma solução e como avaliar o que é melhor para sua loja.

    LEIA MAIS

    Pós-venda no agronegócio

    13 julho, 2020 - Revendas

    Fortalecer o relacionamento entre a revenda de insumos agrícolas e o produtor rural é uma das tarefas mais importantes e que deveria fazer parte da rotina diária de uma equipe de vendas. Leia o artigo e tenha bons insights.

    LEIA MAIS

    Por que eu preciso de uma consultoria contábil?

    23 maio, 2018 - Revendas

    A consultoria contábil tem, cada vez mais, proporcionado um importante serviço na gestão do agronegócio. Confira neste artigo.

    LEIA MAIS

    FAÇA SUA BUSCA

    CONHEÇA NOSSOS EBOOKS

    Conteúdo para você entender ainda mais do seu negócio. Clique aqui

    MÓDULOS SOFTWARE AGROW

  • MÓDULO
    COMERCIAL

    Gestão de estoque e custos, gerenciamento de compras, vendas e faturamento, operações de entradas e saídas, tabelas de preços, transferências, comissões e/ou serviços com os parceiros (clientes/fornecedores).

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    FINANCEIRO

    Gerenciamento de despesas e receitas, conciliações, saldos bancários, centros de resultados, naturezas, projetos, controle de cheques, boletos, fluxo de caixa e agenda financeira.

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    FISCAL

    Cálculo automático dos impostos e tributações de acordo com o produto e a UF de origem/destino, geração do SPED Fiscal, SPED Contribuições, nota fiscal eletrônica e ECF (Emissor de Cupom Fiscal).

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    AGRONÔMICO

    Consulta ao compêndio eletrônico de defensivos agrícolas e bulas de produtos formulados, geração do receituário agronômico, ficha de emergência, e histórico com fotos de pragas e doenças.

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    RELACIONAMENTO

    Gerenciamento do perfil do cliente, áreas cultivadas, potencial de compra, apontamento das visitas técnicas inclusive com a adição de fotos, Cropbook e Customer Life.

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    INTEGRAÇÃO

    Integração com fabricantes como Bayer, Basf, Syngenta e os demais, órgãos reguladores como IMA, Agrodefesa, IDAF e os outros, instituições bancárias, fornecedores (xml nota fiscal eletrônica) e filiais.

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    GESTOR

    Domínio sobre todas as operações do sistema, através de auditoria, painéis de decisões estratégicas (dashboards), relatórios dinâmicos e controle das movimentações.

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    FROTA

    Controle de veículos e máquinas, apontamento de abastecimento e apuração do consumo, acompanhamento das manutenções preventivas e corretivas, além do registro da produtividade por máquinas e atividades.

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    PRODUTOR

    Gestão das unidades produtivas, culturas, variedades, lavouras, talhões e roças. Aplicações de defensivos e fertilizantes, produção agrícola, colheita, armazenagem e comercialização.

    CONHEÇA