Safrinha: quais os impactos financeiros que a falta de chuva pode causar e como obter recursos do governo para passar esta fase

07/07/2016 - Revendas

A seca no Brasil tornou-se um dos temas da administração pública com uma maior presença na mídia nos últimos anos. O estado de emergência e a falta de água em várias comunidades em todo o país nos leva a refletir sobre a seca, quais são as suas consequências e como elas poderiam ser evitadas.

De um modo geral, quando nos referimos à seca, vinculamo-la a uma situação temporária, na qual a quantidade de água, basicamente, foi menor do que a esperada. Mas um longo período de seca prejudica a safra e a safrinha, gerando perdas econômicas consideráveis para o agronegócio.

Consumo de água na agricultura

A primeira vista, a escassez de água não parece estar diretamente relacionada ao setor agrícola. No entanto, este é, de longe, o setor que absorve maiores quantidade de água em todo o mundo: mais de dois terços retirados de rios, lagos e aquíferos são usados para a irrigação.

No passado, os gastos domésticos na irrigação foram o principal item dos orçamentos agrícolas em países ao redor do mundo. Por exemplo, desde 1940, o México alocou 80% das despesas públicas na agricultura para projetos de irrigação. Na China, Indonésia e Paquistão, a irrigação absorveu mais de metade dos investimentos agrícolas. Na Índia, tem sido dedicado à irrigação cerca de 30% do investimento público total do setor.

Impactos da seca

Quando a falta de chuvas se estende por muito tempo, as consequências para a economia são muito graves:

  • Economias regionais: pequenos agricultores e pecuaristas são os mais afetados pela escassez de água. A seca traz terríveis consequências econômicas, a ponto de muitos optarem por vender as suas terras e se estabelecer em cidades próxima;
  • Consequências para a saúde: a escassez de água provoca a necessidade de buscar o líquido vital de outras fontes, o que pode causar graves danos à saúde, especialmente no sistema digestivo, devido água imprópria para consumo;
  • Florestas em risco: a falta de chuva e as altas temperaturas podem causar danos significativos em florestas nativas, incluindo riscos de incêndios, muitas vezes intensificados pela presença de grama seca e da falta de umidade no solo;
  • Impacto sobre os recursos hídricos: a seca prolongada afeta diretamente a captação da água de superfície e de fontes subterrâneas;
  • Danos irreversíveis aos ecossistemas: como resultado da seca, muitas espécies animais tendem a migrar para novos espaços, onde encontrem as condições necessárias para a sua sobrevivência.

Ou seja, nas situações recorrentes de seca é necessário buscar soluções para aliviar suas derivações. Atualmente, várias regiões Brasil estão buscando alternativas, como a criação de novos reservatórios ou microbarragens para reter a água das chuvas.

Como obter recursos contra a seca?

O Governo Federal, por meio do Ministério da Integração Nacional, libera aos estados recursos para enfrentarem a seca. O dinheiro deve ser investido em adutoras, caminhões pipas e captação de água onde ela se encontre disponível. Os recursos são transferidos ao agricultor por meio do Garantia Safra. Para receber o benefício, o produtor deve procurar o sindicato local dos Trabalhadores Rurais ou o escritório local de assistência técnica (EMATER, IPA, AGERP etc)

E você? Tem sofrido com a falta de chuvas? Quais os recursos você tem utilizado em sua propriedade rural? Comente com a gente!

COMPARTILHE

DEIXE SEU COMENTÁRIO

VEJA TAMBÉM

Saiba como a tecnologia pode ajudar a sua revenda de insumos agrícolas

18 maio, 2015 - Revendas

Nosso desafio de hoje é mostrar como a tecnologia pode ajudar a sua revenda de insumos agrícolas se tornar mais produtiva e rentável, contribuindo para o seu crescimento juntamente com o mercado. Confira!

LEIA MAIS

Você está perdendo dinheiro no estoque da sua loja de produtos agropecuários?

18 dezembro, 2015 - Revendas

A gestão de estoque é uma tarefa desafiadora nas lojas agropecuárias, devido à grande variedade de produtos. Veja neste post alguns fatores que podem causar perda de dinheiro no estoque e saiba como evitá-los.

LEIA MAIS

O que é CMV e suas implicações para a boa gestão da sua revenda agrícola

16 maio, 2016 - Revendas

Veja qual a definição do custo da mercadoria vendida (CMV), como calculá-lo, e as implicações que traz para o sucesso da sua revenda agrícola. Leia mais!

LEIA MAIS

FAÇA SUA BUSCA

CONHEÇA NOSSOS EBOOKS

Conteúdo para você entender ainda mais do seu negócio. Clique aqui

MÓDULOS SOFTWARE AGROW

  • MÓDULO
    COMERCIAL

    Gestão de estoque e custos, gerenciamento de compras, vendas e faturamento, operações de entradas e saídas, tabelas de preços, transferências, comissões e/ou serviços com os parceiros (clientes/fornecedores).

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    FINANCEIRO

    Gerenciamento de despesas e receitas, conciliações, saldos bancários, centros de resultados, naturezas, projetos, controle de cheques, boletos, fluxo de caixa e agenda financeira.

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    FISCAL

    Cálculo automático dos impostos e tributações de acordo com o produto e a UF de origem/destino, geração do SPED Fiscal, SPED Contribuições, nota fiscal eletrônica e ECF (Emissor de Cupom Fiscal).

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    AGRONÔMICO

    Consulta ao compêndio eletrônico de defensivos agrícolas e bulas de produtos formulados, geração do receituário agronômico, ficha de emergência, e histórico com fotos de pragas e doenças.

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    RELACIONAMENTO

    Gerenciamento do perfil do cliente, áreas cultivadas, potencial de compra, apontamento das visitas técnicas inclusive com a adição de fotos, Cropbook e Customer Life.

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    INTEGRAÇÃO

    Integração com fabricantes como Bayer, Basf, Syngenta e os demais, órgãos reguladores como IMA, Agrodefesa, IDAF e os outros, instituições bancárias, fornecedores (xml nota fiscal eletrônica) e filiais.

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    GESTOR

    Domínio sobre todas as operações do sistema, através de auditoria, painéis de decisões estratégicas (dashboards), relatórios dinâmicos e controle das movimentações.

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    FROTA

    Controle de veículos e máquinas, apontamento de abastecimento e apuração do consumo, acompanhamento das manutenções preventivas e corretivas, além do registro da produtividade por máquinas e atividades.

    CONHEÇA
  • MÓDULO
    PRODUTOR

    Gestão das unidades produtivas, culturas, variedades, lavouras, talhões e roças. Aplicações de defensivos e fertilizantes, produção agrícola, colheita, armazenagem e comercialização.

    CONHEÇA